MEC autoriza instalação dos cinco Polos EMBRAPII

O ministro da Educação, Renato Janine, assinou na última semana a portaria que autoriza o funcionamento dos cinco Polos EMBRAPII IF selecionados por meio de Chamada Pública pela Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII) para o atendimento às demandas do setor produtivo por pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) e à formação profissional para essas atividades na indústria. A portaria aguarda publicação no Diário Oficial da União.
Os Polos selecionados são os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia, Ceará, Espírito Santo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. “A inovação é um setor fundamental hoje para o crescimento da economia. A EMBRAPII é uma empresa que unifica ações do MEC e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. O fato de favorecermos a criação dos Polos dá uma dinâmica maior à EMBRAPII e é um marco importante para aumentar a produtividade”, elogiou o ministro.
Com a seleção dos cinco Polos, chega a 18 o número de instituições tecnológicas aptas a desenvolverem projetos de inovação. O valor total a ser aportado em projetos de P&D para Indústria é de cerca de R$ 1,41 bilhão (sendo R$ 470 milhões de aporte EMBRAPII). A velocidade na liberação de recursos é apontada por representantes de empresas como um fator de estímulo à realização de parcerias com a EMBRAPII e centros de pesquisa. O prazo médio de liberação de recursos, obedecendo as regras do projeto, é de dois meses. A EMBRAPII é uma Organização Social que mantém contrato de gestão com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e o Ministério da Educação (MEC) e atua por meio da cooperação com instituições de pesquisa científica e tecnológica, públicas ou privadas, tendo como foco as demandas empresariais, na fase pré-competitiva da inovação.
A formação profissional é o principal diferencial dos Polos em relação às demais Unidades EMBRAPII. A qualificação dos alunos desses polos englobará desde os estudantes do ensino médio à pós-graduação. A entrada desses futuros profissionais no mercado será um importante fator para o aumento da produtividade industrial. Os Polos credenciados firmarão compromisso com a EMBRAPII por períodos de três ou seis anos, a depender da modalidade de operação pretendida, para a contratação e execução de projetos de inovação.
(EMBRAPII)