Abipti faz parte da 1ª Rede Nacional de Associações de Inovação

A cerimônia ocorreu durante o Café da Manhã Anprotec & Parceiros, realizado quinta-feira (7), em Brasília (DF).
A Rede tem como objetivo fomentar ações de cooperação para promover o desenvolvimento, a tecnologia e a inovação entre os associados de todas as instituições, sendo eles empresas, organizações públicas e privadas, universidades ou outras instituições.
“É uma satisfação enorme fazermos parte desse novo incentivo, principalmente nesse momento de escassez que o país está vivendo. É agora que temos que unir as forças. Iniciamos esse processo de união quando criamos a tríplice aliança, em 2006, com a Anprotec, a Anpei e a Abipti – por entender que essa união de parceiros é pode nos ajudar muito dentro desse sistema. Com certeza, a Rede será mais um instrumento que poderemos oferecer para o Sistema de Ciência, Tecnologia e Inovação para ajudar a economia do país”, destacou a diretora executiva da Abipti, Flaudemira Paula.
Além da Abipti, assinaram o documento a Anprotec (Associação Nacional de Entidades Promotora de Empreendedores Inovadores), a Anpei (Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento da Empresas Inovadoras), a Anjos do Brasil (Instituto Anjos do Brasil), a PROTEC (Sociedade Brasileira Pro Inovação Tecnológica), a ABStartups (Associação Brasileira de Startups), a ABVCAP (Associação Brasileira de Private Equity e Venture Capital), a ABIPTI (Associação Brasileira das Instituições de Pesquisa Tecnológica e Inovação) e o Fortec (Fórum Nacional de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia).
“A criação da rede é muito importante, porque o objetivo principal é agregar as Associações de inovação, já que elas têm alguns objetivos em comum. A ideia é que elas possam ter um calendário nacional de eventos compartilhados, que elas possam, dentro de um mapa da inovação, cada uma ter o seu espaço, para que não haja competição e possam criar sinergias e trabalhar cooperativamente nas demandas que são suprainstitucionais e envolvam inovação. Temos aqui o ecossistema de inovação completo. E a ideia é que esse ecossistema possa estar totalmente integrado, no sentido de a inovação ter todos os atores juntos, trabalhando por um objetivo comum”, disse Luis Frade, coordenador do Comitê de Fomento da Anpei.
“Nós somos criativos e empreendedores, mas não temos uma estratégia nacional e uma articulação forte. Nós somos ótimos para tomar cafezinho, agora para seguir em frente e concretizar o planejado de maneira organizada, é preciso fortalecer as redes. Então, nós esperamos poder contribuir para aumentar o controle da transferência de tecnologia que as outras organizações estão fazendo”, apontou Cristina Quintella, do Fortec.
“Estou aqui com vários chapéus, como conselheiro da Anprotec e como conselheiro da ABVCAP. Mas, principalmente, com o chapéu de investidor em empreendedorismo. Então, gostaria de agradecer demais por todos vocês nos incluírem nessa Rede maravilhosa de empreendedorismo”, disse Clóvis Meurer, representante da ABVCAP.
Fonte: Abipti